Artigos

Aut viam inveniam aut faciam

Texto de autoria de leitor do Parabellum

Dizem que o homem aprende por repetição ou por erro. Mas, o varão que teima em repetir o erro não passa de um tolo. Ao longo da história temos diversos exemplos a serem seguidos, analisados e avaliados, incluindo os errados. Se não houver exemplo, você o servirá.

O título é uma famosa citação do General Aníbal de Cartago em resposta a um comandado que afirmava ser impossível atravessar os Alpes e o Ródano de elefante. Porém, impossível é uma palavra que não causa abalo no bastião da alma de um homem. Esse monumento é todo feito de foco, disciplina e determinação.

Aníbal era esse tipo de homem. Em resposta a negativa de seu subordinado, lançou-lhe: “Aut viam inveniam aut faciam”. “Encontraremos um caminho ou faremos o nosso”. E fizeram. Logo após, Roma era só grito e pânico: “Aníbal está em nossas portas!”

Muitas vezes não encontraremos o caminho ou nos perderemos em falsos atalhos. Não se incomode com a demora de criar o teu próprio, sem ele ou não sairás da inércia ou será encilhado e montado pra rumar em estradas que você não escolhe. Por mais demorado que seja, quebre pedras, rompa barreiras, transponha rios. Martelarás dias e noites a seguinte palavra no centro de tua cabeça: continue.

Fracos e cegos a tua volta dirão que é cansativo ou impossível, mas você não tem ouvidos pra mediocridade. A vontade e a disciplina podem até causar dores, mas não a fadiga. O impossível? Bom, ele é apenas aquela borra do café que sobra no fundo da caneca, e no final do dia, quantas canecas você olhou vazia?

__________

Este artigo é de autoria do leitor do Parabellum Danilo Iancoski GonçalvesDanilo é “Publicitário por formação, policial por opção. Ainda buscando seu próprio caminho”.

Quer ver seu artigo publicado aqui? Entre em contato conosco!

Write A Comment

%d blogueiros gostam disto: