Sobre

O historiador e sociólogo Lewis Mumford disse: “Toda geração se rebela contra seus pais e faz as pazes com seus avós”.

Muitos que tiveram a oportunidade de conviver com os avós durante a infância certamente têm a lembrança de como aqueles senhores eram incríveis. Eles tinham várias habilidades, sabiam consertar qualquer coisa, gostavam de pescar, contavam piadas, sabiam atirar. Eles eram homens.

Vários de nós gostaríamos de ser como nossos avós, mas a distância entre a nossa geração e a deles é imensa.

Passamos a enxergar a masculinidade como problema. Homens se tornaram confusos sobre qual seu papel na sociedade e sobre quais virtudes cultuar. Perdemos a confiança, o foco e as habilidades dos homens do passado.

As referências de masculinidade e hombridade passaram a ser revistas masculinas que só falam de sexo, carros e como ter um “abdômen tanquinho”. A linguagem politicamente correta acorrentou os homens ao vincular os comportamentos masculinos ao machismo, o que não faz sentido algum.

Não entendemos a masculinidade, ou hombridade, como o oposto de feminilidade, mas sim como o oposto de INFANTILIDADE. Homens que acreditam que a masculinidade é o oposto de feminilidade se focam apenas na visão dos outros sobre eles, preocupando-se apenas em não agir ou fazer coisas que possam ser consideradas femininas.

A masculinidade como oposto de infantilidade, como entendemos, é uma preocupação com valores próprios. Uma criança é egocêntrica, medrosa e dependente. Um homem é audaz, corajoso, respeitoso, independente e está a serviço dos outros. Um menino se torna um homem quando amadurece e abandona os comportamentos infantis, assim como uma menina se torna uma mulher quando faz o mesmo.

Ambos os gêneros são capazes e deveriam buscar a virtude e a excelência humana. Quando um homem vive dessa forma, isso é masculinidade.

Parabellum é um canal destinado a dar uma alternativa aos homens que acreditam que há mais em ser um homem do que a visão do “homem frágil e fútil” hoje difundida. Abordamos assuntos de interesse dos homens, desde temas sérios como economia, saúde, relacionamentos, desenvolvimento pessoal e família até piadas e conteúdos leves, mas sempre com uma linguagem prática, direta e assertiva.

Queremos harmonizar a tradição masculina herdada dos nossos avós com a realidade moderna, oferecendo aos homens um caminho a seguir para se tornarem melhores homens, maridos, filhos, pais, irmãos e cidadãos.

O nome “Parabellum” vem do latim “prepare-se para a guerra”, e foi escolhido para demonstrar a importância do conhecimento e da informação para o desenvolvimento pessoal. A vida é uma guerra, e é melhor você estar preparado.

5 Comments

  1. FIDEL VIEIRA PINTO Reply

    Prezados, muito obrigado por essa nobre e urgente iniciativa!

    • Muito obrigado pelo reconhecimento, amigo! É sempre bom receber apoio daqueles que apoiam nossas mesmas causas! Um grande abraço!

  2. Conheci agora o site.. adorei!
    Conheci através do meu namorado que é policial, e recomendarei pra meu pai que é sargento aqui na PB.
    Beijos

Write A Comment